Tá bem, mulher
Eu bem sei que errei tantas vezes
Me fiz igual
Ao chicote que bate nas rezes
Feri você,
E levei pro caminho da solidão
Depois fugi,
E nem dei a você uma explicação
Por isso agora voltei,
Pra pedir perdão

Pra castigar meu coração
O que eu vivi, foi ilusão
Aí então, eu entendi
Que a vida foi feita pr'aquele
Que sabe se dar

Traz o meu samba popular
As marcas de quem aprendeu
Com o tempo a razão de amar
Traz o meu samba popular
O grito de quem só reclama
Perdão para não chorar

Vídeo incorreto?