Poeira no caminho
Sou eu e a solidão
Entre flores e espinhos
Nas pelejas do sertão (2x)

Desorientado, perdi do meu cavalo
Na estrada abandonado
Chorei na escuridão
Só não sabia que estava sendo vigiado
Quando olhei para o seu lado
O tempo parou na contra mão
Era você que de longe me observava
E eu nem desconfiava
Mas sentir um cheiro teu
Vindo do mato em minha direção
Entrou pelas narinas
Sufocou meu coração

Uôuô, o teu amor me pegou
Uouô, dê licença por favor
Uôuô, o teu amor me pegou
Uouô, dê licença por favor

Vídeo incorreto?