Chá, ná, ná, ná, ná, ná, sempre vou te amar
Chá, ná, ná, ná, ná, ná, sempre vou te amar
Chá, ná, ná, ná, ná, ná, sempre vou te amar
Chá, ná, ná, ná, ná, ná, sempre vou te amar

A vida que prossegue sem voce
Morre a noite, nasce um novo dia
Só que o sol não brilha como antes
E a lua não tem a mesma poesia

Já que eu não posso então ser teu
Te quero como amiga se me aceitar
Deixe eu levar a esperança
De viver o sonho de te amar

A noite as vezes saio pra me esquecer
Sem querer me acho estacionado aqui
Quanto amor e tantos desencontros
Tentando te encontrar eu me perdi

Já que eu não posso então ser teu
Te quero como amiga se me aceitar
Deixe eu levar a esperança
De viver o sonho de te amar

Chá, ná, ná, ná, ná, ná, sempre vou te amar
Chá, ná, ná, ná, ná, ná, sempre vou te amar
Chá, ná, ná, ná, ná, ná, sempre vou te amar
Chá, ná, ná, ná, ná, ná, sempre vou te amar

Vídeo incorreto?