Como aquele empregado que vigia sem parar
Pois não sabe a hora certa que o senhor vai retornar
Como um guarda vigilante esperando a madrugada
E o viajante que anseia pela hora da chegada

Com as lâmpadas acessas te esperamos ó senhor

Como a mãe espera o filho que de longe vai chegar
Como alguém espera atento seu amor que vai voltar
Como quem resiste luta trabalhando na mudança
Do que é velho no que é novo como a força da esperança

Com as lâmpadas acessas te esperamos, ó Senhor

Como um povo generoso que constrói mutirão
Uma casa onde todos tenham terra paz e pão
Como o sol ao despontar traz de volta a luz do dia
Como a noite que se acaba numa aurora de alegria

Com as lâmpadas acessas te esperamos ó Senhor

Vídeo incorreto?