Estrela de ouro

Meu Deus, onde está agora a mulher que amo
Será que está sozinha ou acompanhada
Só sei que aqui distante eu estou morrendo
Morrendo de saudade dela num mundo de lágrimas
Meu Deus mande que o vento encontre com ela
Prá dar minhas tristes noticias com o seu açoite
Dizer que por não estar abraçado por ela
Eu choro num pranto escondido no colo da noite

Meu Deus, eu morro por ela
E a ausência dela provoca meu choro
Ela é a luz que me ilumina, deusa da minha sina
Minha estrela de ouro

Meu desespero

Você já viveu comigo
Encheu de amor meu coração
Perfumou a nossa cama
Deixando o gosto da solidão
Esqueceu em nosso quarto
Uma foto sua de corpo inteiro
E hoje em minha vida
É meu pedaço de desespero

Não posso ouvir no rádio
Aquela canção que você gostava
E corro e vou pro boteco
Beber mais uma pra te esquecer
Vendeiro desce mais uma
Confere a conta lá na tabela
Repete aquela canção
Que eu bebo e choro pensando nela

De cara cheia

Novamente na bebidao outra vez de cara cheia
Complicando a própria vida que circula em minhas veias
Novamente é madrugada e outra vez estou na rua
Com a alma apaixonada perdido pelas calçadas
Somente por culpa sua
Pedir para que eu te esqueça só aumenta meu castigo
Tirar você da cabeça francamente não consigo
É como querer tirar do sol o seu calor
Depois de se apaixonar não é fácil superar
As marcas de um amor

Você, você de tudo é o resumo
Reconheço e assumo porque fugir da verdade
Você, você de tudo é a razão
Amarrou meu coração
No esteio da saudade

Vídeo incorreto?