Mentiras sinceras
Partcipação: alcione

Quem hoje me ver do jeito que eu sou,
Não sabe o que eu fui e o que eu já passei
O quanto me dei, o quanto chorei
Por coisas que hoje nem quero lembrar

Quem hoje me julga, pelo que eu faço
Não sabe um pedaço da missa um terço
Não viu o meu peito doer de saudade
Não viu meu destino virar pelo avesso


Um dia alguém me orereceu a lua
E de bandeja me serviu desilusão
Eu já cansei de mentiras sinceras
Que só gelaram ainda mais meu coração
Um dia alguém jurou fidelidade
Depois traiu aquilo tudo que sonhei
Quem hoje fala que eu sou insensível
Não sabe o eu fui e o que eu já passei

(alcione)
Quem hoje me olha por cima do ombro
Como se quisesse me desmerecer
Talvez não entenda o jogo da vida
Que hoje se ganha pra depois perder

Quem hoje me aponta e fala pelas costas
E vive jogando meu nome na lama
Não sentiu na pele o que é ser magoada
E representar na hora da cama

Vídeo incorreto?