O homem quisera como aposta do céu
Noites
Reentrâncias
Escuro
Onde tudo nasce

Nesse ávido de estrelas
Expurga-se
Diamante

Ei-lo errância já
Daquilo que é grelo de brotação
Do próprio peito

Alumbra
Oscila
É o lume tanto quanto perfuma

Vídeo incorreto?