Eu sei que às vezes estás
E dizes que não estás
Porque não estás para aí virada

Dizes que não vai dar,
Tens mais em que pensar...
Mas o meu coração
Diz-me que tu já não
Consegues pensar em mais nada

Eu sei que às vezes queres
E dizes que não queres
Porque não queres arriscar

Dizes que não, que não
E eu mordo o anzol
Finjo que não me dói
Como aquele caubói
Que parte sempre ao pôr-do-sol

Eu sei que às vezes sonhas
E dizes que não sonhas
Porque não sonhas ao meu lado

Dizes «não vale a pena
A vida é tão pequena»
Mas eu que sonho tanto
A cores e a preto e branco,
Contigo sonho acordado

Eu já fiz tantas contas,
Eu já dei tantas voltas...
Já não sei o que pensar.
Por tu não seres capaz
Às vezes só me dás
Vontade de te matar

Vídeo incorreto?