Se te sentes tão cansado, vai pro mato e se deixa adormecer,
Cai nas águas e sê leve no Olho d'água e deixa o dia se tecer.
De repente, um novo olhar
Que vem pra te levar da solidão,
A esperança que te cerca
Nem sempre te acerta,
Então.

Clareiras do mundo que são
Fogueiras na escuridão.
Lareiras acesas então,
Clareiras do mundo que são
Fogueiras na escuridão,
Lareiras acesas então, em vão
Ou não.

É tão cedo pra saber se ainda resta algum tempo pra colher,
É tão tarde pra saltar os nossos morros e deixar acontecer,
A levada que te cerca,
Que sempre te acerta com razão,
Se a verdade te ilumina
E retoma sua sina,
Então.

Vídeo incorreto?