Eu vou fazer um coco de embolada
Vou até de madrugada no tronco do caroá
Dona Jurema chegue nessa umbigada
Só entra mulher casada
Que gosta de namorar

Dona Jurema me apresente sua filha
Que eu vendo minha novilha
Pra com ela me casar
E eu prometo que dou casa dou comida
Dou roupa dou sapatilha
Carinho não vai faltar
Dona Jurema se quer me ver satisfeito
Fale com ela com jeito

E peça pra ela aceitar
Que eu lhe prometo que por esse casamento
Eu vendo até meu jumento
Minha rede de pescar
Dou geladeira,
Cama, freezer, escumadeira
Sofá, roupa de primeira
Telefone celular
Dou microsystem
Cassete quatro cabeças
Perfume de lá da França
Viagem pro Ceará
Dou tevê grande
Vinte e nove polegadas
Maquiagem importada
E esse tal de laptop
Se ela aceitar
Eu vendo a minha casinha
E a gente vai passar
Lua de mel em Nova Iorque.

Vídeo incorreto?