Ô meu amigo agora vou lhe dizer
O que é que tem na feira lá do meu interior
Fique ligado que esse tal supermercado
Já é coisa do passado
E eu vou contar pro senhor

Lá tem miçanga
Tem pamonha e tem galinha
Lá tem bode com farinha
Pro povo se alimentar
Tem sanfoneiro
Bulindo na concertina
Alpercata pra menina
Tem poeta pra rimar
Tem cachaceiro que só sai no fim do dia
Tem perfume pra Luzia
Tem botina pra João
Tem caloteiro deixando conta fiado
Tem até doido valente procurando confusão
Segura aí Zefinha
Que eu vou ali na feira
Vou trazer uma toiceira
De coentro para Filó
Um dia desses
Eu tomei uma bicada
E perdi o meu cascalho
No jogo de dominó
Tem soca-soca, paçoca, baliadeira
Dentadura de primeira
Tem cuscuz e tem cocada
Tem movimento do começo até o fim
Por isso eu lhe digo assim
Na feira não falta nada.

Vídeo incorreto?