Os sábios desta terra não nos podem explicar
Que deus na mesma hora pode estar em todo lugar,
Como é que uma mão sem corpo sem corpo pode escrever
E o mar abrir ao meio sem paredes pra deter
Os entendidos até fazem uma previsão
Que de uma nuvem escura cairá chuva no chão
A quantidade exata só deus pode medir
De dentro de uma rocha ele faz água sair.

Deus é imprevisível no que ele vai fazer
Como é que se explica, fez maná do céu descer
Usando a capa do profeta dividiu o rio,
A terra abriu a boca e os rebeldes engoliu
Astrônomos não entendem como é que ele fez
Deteve sol e lua pra israel vencer
Manipulou uma formula nas águas do jordão
Pra cura de uma lepra um famoso capitão

Refrão
É o fenômeno, é arrebatador
Ele é surpreendente, admirável, é o senhor
É o fenômeno, ele é anti-nomal
É extraordinário, incomparável, sem igual (x2)

Há um grande mistério que até ninguém desvendou
O machado de ferro sobre as águas flutuou,
Fez um pouco de azeite muito se multiplicar,
De ana abriu a madre e a fez filho gerar,
Mandou um terremoto pra livrar dois servos seus,
E num carro de fogo o profeta foi ao céu,
Os dermatologistas não tiveram como explicar
Três jovens na fornalha sem a pele se queimar.

Ele é... ele é... ele é... o fenômeno. (x4)
Sim ele é (x2)

Vídeo incorreto?