Estava só triste e amargurado.
Desencantado sem saber o que fazer.
Faltava tudo não tinha mais esperança.
Muito infeliz sem vontade de viver.
Mas de repente bateram na minha porta.
Eu fui abrir e a surpresa foi total.
Era a burrinha trazendo felicidade.
Ela chegou e levantou o meu astral.

Me trouxe amor, saúde paz, felicidade.
E nunca mais eu deixar de ser feliz.
Vou pegar a ela pra sair desse sufoco
Para ter, aquilo tudo que bem quis. (bis)

Lídia Maria Albuquerque Marques