Tempo
Faz tanto tempo
Que eu vejo as curvas de seu corpo sinuoso a passear por mim
Vento
Seu cabelo ao vento
Me entontece, me enobrece, me endoidece
E me deixa assim
Com a vontade louca de te ver urgentemente
Para contigo desfrutar da aventura que é viver
Dói demais acordar sozinho
E te sentir ausente
E dividir por dois a falta de você
Mas se o tempo passar por mim
E esse amor não vingar
Vou viver de utopias
Criar fantasias
Vou me embriagar
Mas se tudo der certo
E você voltar
Vai ser mais gostoso
Maravilhoso
De novo amar

Vídeo incorreto?