Quando o amor bateu na porta lá de casa
Meu desejo criou asa e foi morar no coração
Foi tão gostoso parecia um mar-de-rosas
Eu de verso e tu de prosa, eu amor você paixão

Mais veio o tempo companheiro do cansaço
E foi causando um embaraço um descompaço no viver
E aí você que era tão meiga e melindrosa
Foi ficando buliçosa e pôs meu peito pra doer

Aí você mudou pisou na bola e fez de mim pano de chão
Pisou meu peito machucando o coração
Pisou na minha vida mas não pisa em meu querer

Quando amor for lá em casa erre o endereço Na minha casa não tem recomeço Eu não mereço sofrer tanto assim

Vídeo incorreto?