Sonhos


Agora vem você de novo
Você diz que quer sua liberdade
Bem, quem sou eu para te impedir
Está certo, você deve
jogar do jeito que tem vontade
Mas ouça com atenção o som
Da sua solidão
Como o bater do coração...que te deixa louco
Na calmaria da lembrança do que você tinha
E do que perdeu...
E do que tinha...
E do que perdeu

Só há trovões quando chove
Jogadores só te amam quando estão jogando
Dizem...mulheres...elas virão e irão
Quando a chuva lavar você, você saberá...
você saberá

Agora vou eu novamente, eu vejo as visões cristalinas
Eu guardo minhas visões pra mim mesma
Sou somente eu Quem quer
envolver-se em teus sonhos e...
Você tem algum sonho pra vender?
Sonhos de solidão...
Como o bater do coração...que te deixa louco...
Na calmaria da lembrança do que você tinha...
E do que perdeu...
E do que tinha...
E do que perdeu...

Só há trovões quando chove
Jogadores só te amam quando estão jogando
Mulheres...elas virão e irão
Quando a chuva lavar você, você saberá...você saberá

Só há trovões quando chove
Jogadores só te amam quando estão jogando
Mulheres...elas virão e irão
Quando a chuva lavar você, você saberá
Você saberá
Você saberá
Ooh Você saberá