Não és dona de mim,
Só pelo que tens
Não vivo a mercê de ti
Nem a Mercedes Benz,
Não doma meus passos,
Não entende os meus atos
Não és mulher nenhuma,
Ou mulher de fato

Sou só, sozinho
Sou só, sozinho...

Endereços, ruas e caminhos
O alimento o pão, o parto
Da rosa o espinho
Do muro sou gato
Se for dor, fico sozinho
Se for amor estou juntinho
Se for para lutar, eu mato

Sou só, sozinho
Sou só.

Vídeo incorreto?