A chuva cai é verão
E a lua lá no céu na solidão
O céu azul se escondeu
Na copa da figueira envelheceu
E as trevas vêm tomar
O espaço azul da cor do mar
E ficará por um tempo
Temendo que um dia um coração

Que nascerá sem ressentimento
Esquecer das trevas por um momento
Levar aurora a todos os irmãos
Fazer o bem só por vontade
E não fazer por necessidade
Sentir-se bem na boa ação então

As folhas caem é primavera
E as flores não florescem como é de espera
Esperança não existe mais
Tudo que lutamos ficou pra trás
A tristeza de um pai
O pão para o seu filho do céu não cai
Não cairá por um tempo
Temendo que um dia um coração

Vídeo incorreto?