De prelo em prelo com a mão
Sua arte imortalizou
Ajudando sempre os amigos
Deus assim lhe abençoou

Rei do universo encantado
Da gravura popular
Um cordelista afamado
Do cangaço cultural

O Papa da Xilogravura
O Marechal do Cordel
Mestre Dila é cultura
Literato e Bacharel

Suas xilogravuras perfeitas
Enfeitam nossos cordéis
Cordelista dos cordelistas
Bacharel dos Bacharéis

Seus versos vêm do sertão
Fazendo quem lê viajar
Caicó é sua nação
E Caruaru é seu lar

Em cima de um forro de vime
Sua oficina montou
Não tem professor que ensine
Como Dila já ensinou

Recife, 24 de março de 2005

Vídeo incorreto?