Todo dia teria sol
Todo mar teria onda
Todo canção será reggae
Todo fumaça faria a cabeça (2x)

Ter a cabeça feita ver os terrores do mundo
E mesmo a beira do habismo não se atirar ao fundo
E o fundamento de ser ter os pés no chão
É se apegar a realidade e abrir mão da ilusão
Mais a realidade nua e crua e detestavél
No quadro mostrado nas ruas é deploravél
O piso em nossas crianças matança vigança é tanta maldade
Tratados como insetos sujeira dejeta a sociedade
A noite dormi num papelão rezando ave-maria
Pensei mais uma ilusão meu Deus como eu diria
Que os meus filhos tivessem um melhor futuro
Mais ainda assim pros meus netos um mundo mais seguro
Que minhas palavras não se percam no vento
Que não retornem com meu corpo ao pó
Se conseguissem afastar as nuvens da maldade
Então quem sabe todo dia teria sol

Todo dia teria sol
Todo mar teria onda
Todo canção será reggae
Todo fumaça faria a cabeça

As diferenças sociais tornam os dias nublados
Enquanto uns têns demais outros andam zerados
O rico estuda se forma presta vestibular
O pobre estuda uma forma de tá vestido lá
Pois muitas vezes pra se estudar abre-se mão da roupa
Quando o dinheiro mal dá pra sustentar a boca
Muitos fraquenjam desistem joguam tudo pro ar
De que adiante um estudo ninguém vai mim empregar
Pois só sabem criticar o meu estilo Black
Dizem que sou maginal só por quê curto rap
Uso blinco sou capoeira e vou ao camdoblê
Eu acredito em Deus e não discuto fê
Quero encontrar uma pequena que seja direita
Que não mim deixa passar as noites frias só
Quem sabe o corpo cansado e a cabeça feita e todo dia teria sol

Todo dia teria sol
Todo mar teria onda
Todo canção será reggae
Todo fumaça faria a cabeça

Mais se brilhasse o sol da igualdade na periféria
Sem cortes realidade todo o país veria
Os intestino do Brasil o cançêr da miséria
Quando eu cantei você riu mais tanta coisa é séria
Pois é só o começo ainda há muita luta
Até hoje não esqueço daquele filho da puta
Que fez um monte de promessas para se eleger
Depois roubou a nossa grana e rachou com o PC
Casador de marajás presidente atleta
Enquanto a primeira dama roubava a bicicleta
Mais o país o ditado "de qualquer jeito vai"
O Sérgio Naya pensou: "Balança mais não cai"
Mais só que o prédio caiu com um ventinho à toa
E acabou com o sonho de um monte de pessoas
Mais esses Sérgios da vida vão sempre se safar
Ninguém segura o povão quando o Brasil desabar
Na rua vejo um maluco fumando um basiado
Mim sinto penalizado e olho ao meu redor
No mundo tão odirnário onde a gente só se fode
Cada faz o que pode para ter um lugar ao sol

Todo dia teria sol
Todo mar teria onda
Todo canção será reggae
Todo fumaça faria a cabeça (2x)

E têm uma porrada de coisas que vejo e sinto me fazendo mal
O país em crise deslize queda do plano real
O povo não entende nada da queda da bolsa
Barriga desesperada está gritando ouça
Estão criando um novo Hino Nacional
Nova versão mais verdadeira e real
Que clame pela extinção dos erros do sistema
Vim de favela naval são paulo e diadema
Irados pela própria natureza
É feia fraco eu vejo pele e osso
Se teu futuro espera essa pobreza
Com a corda pendurada no pescoço
Eu só quero um pouco de dignidade e respeito
Mim tira essa revolta de dentro do meu peito
É sempre a mesma coisa eu sempre mim humilho
Pra conseguir comida e roupa pro meu filho
Talvez um dia o povo enxeguer a nossa verdalha
E sua sede de igualdade exploda com o paiol
Incendiando a periféria favelas mangues
E pagaremos com sangue o nosso lugar ao sol

Todo dia teria sol
Todo mar teria onda
Todo canção será reggae
Todo fumaça faria a cabeça (2x)

O que eu canto é a mais pura verdade
a bíblia diz: "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará"

Vídeo incorreto?