Plantei uma flor no pensamento
Desdes os tempos de criança
Quando o amor nasceu
Porquê o vento leva o sentimento
Mais não leva a esperança
Como a flor cresceu

Oh Débora
Sua lembrança até hoje já mim devorar
Será que meu destino é esperar
Por alguém que não vêm vêm vêm

Vêm Débora sem demorar vou esperar
Até quando eu não sei
Crisálida que nascera na pétala
Dessa flor que eu plantei
Vêm Débora sem demorar vou esperar
Até quando eu não sei
Até quando eu não sei
Até quando eu não sei

Oh Débora
Sua lembrança até hoje já mim devorar
Será que meu destino é esperar
Por alguém que não vêm vêm vêm

Vêm Débora sem demorar vou esperar
Até quando eu não sei
Crisálida que nascera na pétala
Dessa flor que eu plantei
Vêm Débora sem demorar vou esperar
Até quando eu não sei
Até quando eu não sei
Até quando eu não sei

Vídeo incorreto?