Eu vou contar a minha história
Hintória de um grande amor
Sou vaqueiro, sou forte, cabra que tem valor
Eu vivo de vaquejada, de botar gado no chão
Mas vou falar de uma novilha
Que pegou meu coração

Ô,ô,ô mulher de gado bis
Deixa qualquer vaqueiro apaixonado

Quando ela passa sorrindo, começo logo a tremer
Meu sangue some nas veias
Não sei o que vou fazer
Veja até o meu cavalo

Ô,ô,ô mulher de gado bis
Deixa qualquer vaqueiro apaixonado

É uma tremenda mulher
De arrepiar coração
Já não sei o que faço
Pra segurar a paixão
Tazê-la um dia pra mim
Fico sonhado acordado
Vaqueiro não desanima
Mas, ô mulher de gado

Vídeo incorreto?