Olha onde eu tô, manhê
Tudo que eu fiz, manhê
Tem gente que viaja no meu som
Espero que ele chegue até você
Demorei a entender
Mas aprendi, manhê
Que pór mais que a gente seja bom
Não se pode viver sem sofer

Se a tempestade
Bater na janela do coração
Você me ensinou
E eu não esqueço aquela canção
Se o vento forte
Trouxer lembranças do tempo bom
Espalho pela estrada por onde eu vou

Eu aprendi
Que não se tem tudo o que quer
Que atrás de um homem
Há sempre uma grande mulher
Que não importa o santo,
O que salva é a Fé
Não importa o que eu quero,
Mas o que Deus quiser
Eu sei...
Que não se pode deixar de sorrir
Mesmo estando perdido
E sem ter onde ir
O ser humano já nasceu
Com o dom de criar
E as minhas criações
São as canções que eu cantar

Manhê...
MAnhê... Manhê... Manhê
Criei...Criei...Criei
Mas tudo que eu cantei
Histórias eu sonhei
É lei... É lei... É lei...
Criei... Criei... Criei
E sou culpado, eu sei
Das coisas que eu criei.

Vídeo incorreto?