Botei na cabeça
Tirei do coração
Enfim...
Não amor, não amor
Não funciona assim!

Eu sou nômade
Eu não paro em um coração
Vou ali, quando não estou no seu
Estou em outros por ai

Vemos que...
Não somos perfeitos
Ela não é perfeita
Mas gosto dos seus defeitos.
Chapada vira e pergunta onde estamos
As vezes as melhores lembranças
São as que não lembramos!

Pessoas se apaixonam... a chuva cai
Gotas evaporam... o sentimento sai
Decepções te tiram da reta
Fazem uma marca só por dentro, lágrima seca!

Eu vou lembrar..
O gosto que me deu
Quando o seu lábio tocou o meu
Seu piercing pra puxar

Não passou de uma noite
Não voltei mais na boate
É seu coração é de pedra
Mas pedra também parte!

Botei na cabeça
Tirei do coração
Enfim...
Não amor, não amor
Não funciona assim!

Eu sou nômade
Eu não paro em um coração
Vou ali, quando não estou no seu
Estou em outros por ai

Ela se joga na loucura
Substâncias variam...
Mas não porque queria
Era porque suas amigas faziam

Viciada e não quer cura
Procura um novo início
Em um ciclo vicioso
O importanto é ter um vício!

É só a droga ou eu to louca?
Disse pra mim preoculpada
Você sempre foi louca
Por isso me agrada!

Ela nem tinha mais roupa...
Usava qualquer coisa minha
O dia inteiro pela casa
Fumava se estava sozinha

Botei na cabeça
Tirei do coração
Enfim...
Não amor, não amor
Não funciona assim!

Eu sou nômade
Eu não paro em um coração
Vou ali, quando não estou no seu
Estou em outros por ai

Estou com outras por ai
Mais isso não quer dizer...
Que não me apaixonei por você

Estou com outras por ai
Mais isso não quer dizer...
Que não me apaixonei por você

Vídeo incorreto?