A sanguessuga tem duas filhas: Dá, Dá!

Dá, Dá, Dá! Por que será que é assim?
Me dá, me dá, me dá, me dá... por que será que será?
Praticamente sempre se quer mais do que a vida pode dar
E assim se segue sem saber o que realmente há
O coração perdido, perdido, perdido como cego em tiroteio
Segue em frente a sanguessuga, segue sem freio
Não dê uma de "zé"... não deu pra perceber?
A sanguessuga sou eu, a sanguessuga é você!

A sanguessuga tem duas filhas: Dá, dá!

A humanidade já faz tempo que perdeu a trilha
Sem enxergar mais nada, continua andando na pilha
Sem entender a batalha, sem entender a guerrilha
Pensando que está tudo bem, que está tudo em cima
E Deus é só um cara
Pra gente chegar e pedir, pedir, pedir:
Me dá, me dá, me dá!
Buááááááááááááááááááááááááááááá!
Se toca, "rapá"!

Vídeo incorreto?