Tolerância zero
Equilíbrio zero
A vontade solta fez nascer a escravidão
Nosso mundo passou a girar atrás das grades
Hoje nada fere o coração
Vivemos como cães
Que não ligam pro que é sagrado
Como porcos pisam pérolas
Em chiqueiros perfumados
Desprezamos Quem nos fez
E do que Ele é capaz
Viciamos em desculpas que não nos servem mais
Perdemos o controle, a doença se espalhou
A vontade solta, a arrogância nos dominou
Ninguém pisou no freio
Será que temos chance?
A velocidade aumenta e o sinal ainda está vermelho
O desespero não consegue acrescentar um dia
Sempre perde quem tentar
Salvar a própria vida
Fizemos de tudo para roubar o lugar de Deus
Inventamos vários deuses pra servirem o nosso eu
Desprezamos Quem nos fez
E do que Ele é capaz
Viciamos em desculpas que não nos servem mais
Perdemos o controle, a doença se espalhou
A vontade solta, a arrogância nos dominou

Vídeo incorreto?