Ele vem ai, vem, vem, pra salvar os seus
Ele vem ai, vem, vem, o filho de Deus

Desde o tempo que eu era menino
Eu escuto falar essa verdade
Que um dia a gente deverá
Prestar contas da nossa liberdade
Mais ninguém quis saber de aceitar
A descrença ganhou dessa certeza
Só se pensa em curtir farra e cachaça
A maldade tomou conta da mesa

Acredito nessa sabedoria consciência de poder universal
Mandará pelo seu filho que vem
O remédio certo para cada mal
A justiça será a plataforma dessa lei que ninguém ira mudar
De a César o que César tem direito o que é dele ninguém pode tomar

Tudo isso que tem aqui na terra
Não é meu não é nosso, nem é seu
Tudo isso aqui é para usar
Antes da convocação de morfeu
Briga só causará destruição
O progresso do ser racional
Vamos lá que o prazo esta no fim
Dessa declaração universal

Vídeo incorreto?