De joelhos eu vou cantar
Tenho fé de verdade, vou além
Na mocidade, o samba diz amém!

Obrigado meu deus
Pela fé que me guia
Em romaria, na procissão
Acendo velas na caminhada
E fecho os olhos em devoção
Oh pai, conduz teus fiéis a buscar
Na eternidade encontrar, a salvação
Religiosamente acreditar
Não importa a luz que te faz caminhar
Tenha fé que a fé não costuma falhar

Arruda pra benzer, ervas pra curar
Tem reza forte da maria benzedeira
Firma o batuque no meio desse terreiro
Na crença do mandingueiro
Figa de guiné, patuá

Segue, o cortejo pelas ruas da cidade
Tantas promessas, mercadores de ilusão
Mas tem videntes, cartomantes, ciganas
Destino na palma da mão
No amanhã, o futuro virá
Eu boto fé, tudo vai melhorar
Basta querer, acreditar, tá dentro de você
É o povo abraçado em comunhão
Agradecido chega ao fim a procissão
Brilho nos olhos, alma lavada e paz no coração

Vídeo incorreto?