A saudade apertou
E eu voltei, e eu voltei
Pra ficar ao seu lado
Com um nó na garganta
Meu peito se zanga
O sentido calado

Mas corre nas veias
Esse sangue vermelho
Que me faz explodir
Seu branco é o encanto
Eu visto esse manto, e vou por aí
A Estácio é isso aí

É, a esperança continua
Amor, amor, amor
Sou teu poeta pelas ruas
O meu coração se abriu em flor
Tu és o pavilhão do amor

Vídeo incorreto?