Cai o sol, surge a lua a brilhar
O morro desce pra desfilar
Nobreza mistura de raça
Num estado de graça
É a força do meu samba a me guiar
E nesta onda eu vou
Com muito amor e emoção
Dos Brasis aquele abraço
No compasso dos seus passos
Nessa eterna criação

Descendo a ladeira na quebradeira... (no rufar do tambor)
Filhos de Gandhi, povo de Ketu... (timbaleiro chegou)
Lapa presente de Orunmilá... (ao som de Ijexá)
Todos pra te ver sambar

No Cordão da Bola preta, a fantasia
Cinelândia, onde tudo acontecia
Arlequins, pierrôs e colombinas
Onde a liberdade predomina
E num imenso cortejo, a desfilar
Com o apito do mestre a ecoar
Luma, és uma luz que nos conduz
Bate forte no meu peito, o coração
Neste mundo de ilusão

É carnaval muito prazer sou alegria
Medalha de Ouro é minha bateria
Meu samba me diz, que a inspiração é você
Luma eu vim aqui só pra te ver

Vídeo incorreto?