Vejam a beleza
Que a natureza criou
Simbolizando o amor
Estácio é o perfume da flor

Vou exalando em poesia
O aroma se espalha pelo ar
Pelas ruas da cidade, foliões do carnaval
A rosa nasceu quando afrodite chorou
Por gratidão o rei semeou
Enfeirou os salões, um cortejo de amor
Na índia, é cultuada em louvor

Rejeitada na religião
Ornando a santa...devoção
Desenhada em catedrais
Oferenda aos orixás

Rosas encantam, dão cores à minha emoção
Na arte é retratada por inteiro
Presente no folclore brasileiro
Rosa da paz e impiedosa
Das cantigas de roda
De caymmi a cartola
De todas a mais bela
É a minha escola na passarela

Vídeo incorreto?