Aceitar o seu adeus, tudo bem
Difícil é suportar as conseqüências
O desprezo não é fácil pra ninguém
Não consigo conviver com a sua ausência

Mas se essa é a sua vontade
Pode ir, aceitarei a despedida
Se não sou parte da sua felicidade
Também não quero atrapalhar a sua vida

O amor não deve ser uma prisão
Nem mesmo o laço da paixão
Pode impedir a liberdade
Rufle as asas, vá pousar em outro ninho
Mas não deixe em meu caminho
Os rastros tristes da saudade

Desde quando ela faz amor comigo
Quando quer um ombro amigo ela vem me procurar

De repente ela some da cidade fico doido de saudade sem saber onde ela esta

Ela faz coisas que me alucina
com seu jeito de menina
e malícia de mulher

Ela brinca e desfaz do meu amor, nem percebe a minha dor
Faz de mim o que bem quer

(Refrão)
Estou cansado de viver essa incerteza
Decidi virar a mesa
Ou me assume, ou vai embora
Não vai dar certo nosso amor pela metade
Ou me ama de verdade ou acaba tudo agora.(bis)

Ela faz coisas que me alucina
com seu jeito de menina
e malícia de mulher

Ela brinca e desfaz do meu amor, nem percebe a minha dor
Faz de mim o que bem quer

(Refrão)
Estou cansado de viver essa incerteza
Decidi virar a mesa
Ou me assume, ou vai embora
Não vai dar certo nosso amor pela metade
Ou me ama de verdade ou acaba tudo agora.(bis)

Vídeo incorreto?