Flor


Sem poder retornar, sem poder trazer de volta
Foram muitas coisas eu perdi
Peguei a neve fora de época e espalhei no céu

As lágrimas que você derramou vão se transformando em neve
Queria apenas tocar nesse seu sorriso casual

Repetindo os mesmos erros imperdoáveis
Mesmo que eu caia no inferno, que o meu corpo queime
Não me importarei porque tenho você sorrindo para mim
Se for para eu renascer, quero ser uma flor próxima a você.

Eu ficava apenas lutando e odiando os outros
E chorando nos cantos daquela época
Você era uma flor irradiante, para um sem nome como eu.

As palavras que você deixou estão crescendo em meu peito
"Não existe o mundo sem o amanhã..." disse sorrindo

Noites solitárias de insônia voltam a me visitar
Mesmo que me reste apenas um fim vazio.
Tendo você para mim já está bom, isso já é o bastante
Se for para eu renascer, quero ser uma flor próxima a você.

Largado sozinho, minhas lágrimas secam
e cruelmente as estações vão mudando

Mesmo que eu me agarre às lembranças
Não posso voltar à aquela época
Tristezas sem fim vão se acumulando

Terras infinitas, todas belas
O tempo em que você fechou os olhos vão passando
Mesmo agora a tristeza não se apaga, mas
o mundo que eu imaginei vai começar

No fim da minha tristeza finalmente encontrei
A flor chamada "você" e abracei
Inconsolavelmente o meu amor vai transbordando

Se um dia eu renascer, que seja ao seu lado
Você é a flor insubstituível
Você é a flor insubstituível
Você é a flor insubstituível