Mesmo sabendo que meu amor jamais chegará a ti, eu continuo a amar-te incontrolavelmente...


Mesmo sabendo que meu amor jamais chegará a ti,
Eu continuo a amar-te incontrolavelmente...
Quero te enroscar em meus braços mais uma vez
E jamais deixá-la partir

Os dias que eu passei ao teu lado foram um sonho doce
Eu acreditei que jamais os perderia, no entanto...
?Eu não sou aquele que está refletido em teus olhos?.
Cabisbaixo, não posso te dirigir nenhuma palavra

Mesmo sabendo que meu amor jamais chegará a ti,
Eu continuo a amar-te incontrolavelmente...
Quero te enroscar em meus braços mais uma vez
E jamais deixá-la partir

Tu mo acariciaste docemente, tímida. Na trêmula luz que transpõe
as folhas, tu não és nada mais que o efêmero calor do verão
Ainda agora estou abraçado ao calor deixado por ti em meu coração
Mesmo que o calor não retorne nunca, isto me aquece...

Mesmo sabendo que meu amor jamais chegará a ti,
eu continuo a amar-te incontrolavelmente...
Se eu pudesse te encontrar aqui mais uma vez
Eu não te deixaria partir outra vez.

Eu jamais esquecerei de teu sorriso
Eu continuo a clamar teu nome até que minha boca seque

Mesmo sabendo que meu amor jamais chegará a ti,
Eu continuo a amar-te incontrolavelmente...
Quero te enroscar em meus braços mais uma vez
E jamais deixá-la partir

E jamais te deixarei partir