É preciso deter esse animal!
(Ah, ah!)
Cadeira elétrica!
(Ah, ah!)
Câmara de gás
(Ah, ah!)
Injeção letal!
(Ah, ah!)
Forca!

Se há alguém que mereça
Eu atiro na cabeça
Não tenho pena de ninguém
Não sei ser honesto
O meu segredo é conhecer
O vício das minhas vítimas
Eu passo o dia preparando um crime
Por isso represento um imenso perigo
Não é meu amigo quem tem pena de mim

Divertimento é ver sangue correndo
E em água fervendo banhar um neném
Não tenho medo de morrer ele-trocu-tado
Matar é um imenso prazer
Porque é o mais sofisticado

Charles Chacal, Charles Chacal
Charles Chacal, Charles Chacal

Ao Ives de prisão perpétua
Eu prefiro ser sentenciado a morrer
E entrar numa câmara de gás
Ou ser enforcado
E se eu não conseguir conter
Minha fúria suicida
Eu corto os pulsos e despeço da vida
Não jogue cinzas em cima do meu cadáver
Eu sou covarde
Preciso me proteger
Mas antes de acabar brutal e violentamente
Vão me vingar se falar mal de mim

Não tenho medo de morrer elet-rocu-tado
Matar é um imenso prazer
Porque é o mais sofisticado

Charles Chacal, Charles Chacal, Charles Chacal
Charles Chacal, Charles Chacal, Charles Chacal
Charles Chacal, Charles Chacal, Charles Chacal

Cadeira elétrica!
Câmara de gás!
É sem sombra de dúvidas um mostro!
Esse tal de Charles Chacal

Vídeo incorreto?