É, hey, hey você! que ainda não sentiu
O quanto somos tão pequenos.
E que ainda nem sabemos.
Como andar nesse vazio e oco mundo.
E as pessoas que não param pra pensar.
E saber o que tem atrás das estrelas.
Atrás dos oceanos, atrás de você.

Hey você! que nunca imaginou.
O quanto somos só enganos.
E vivemos nesse mundo oco.
Cheio de vazios e não lutamos.
Nunca contra os sonhos.
Desenganos que nos chega.
E invade nossos pensamentos, é .....hum.

Hey você! que não parou para pensar que um dia.
Poderia ver alguém entrar no azul do infinito.
Tão bonito espada em punho abrindo corações.
Ilusões seriam passageiras como o vento.

Hey você! que nem um só momento.
Soube sé dar valor então vou me apresentar
Para você, eu me chamo amor,
Meu nome então pra você.
Eu me chamo amor.

Hey você! sinta na força do amor.
A força de deus a sua força.
O amor, a ternura, a boa vontade.
Derreterão o gelo do próximo.
E provocara uma ação recíproca.
Porque o amor.
É o sorvete universal....

Hey você! que nem um só momento.
Soube sé dar valor então vou me apresentar
Para você, eu me chamo amor.
Meu nome então para você.
Eu me chamo amor.

É eu me chamo amor
Meu nome é amor
Eu me chamo amor
Eu me chamo, eu me chamo amor

Vídeo incorreto?