Olha o carpinteiro, triste pelo caminho
A cruz sobre os Seus ombros, sobre a cabeça espinhos
Olha o Nazareno, sendo chicoteado
Seu sangue pelas ruas, por todos humilhado
No Calvário sofreu, o jovem galileu
Se entregou pra cumprir os projetos de Deus
Que por amar o mundo, Seu Filho não poupou
Sofreu naquela cruz, morreu por amor

Olha o carpinteiro, pregado no madeiro
Sofrendo tudo
Um Cordeiro mudo, um filho sem pai
Olha o Nazareno, pouco a pouco morrendo por meus pecados
Foi crucificado por amar demais

Vídeo incorreto?