Eu pedi ao pai a minha herança
Fui viver a minha vida bem distante do meu lar
Fui pra uma terra bem distante solitário viajante a procura de chegar
La eu encontrei muitos amigos porque eu tinha comigo dinheiro para gastar
Derrepente vem uma grande fome e gastei tudo o que tinha e me vi desmoronar.

Eu comi o que ninguém queria
Fome e muito frio eu passei
Ao lembrar da casa de meu pai confesso que chorei
Estou arrependido do que fiz
O meu coração só quer voltar
Quero olhar nos olhos do meu pai e lhe dizer perdoa.

Logo arrumei o que sobrou peguei aquela velha estrada de volta para casa
Já cansado perto de chegar eu vi alguém a me olhar
Era meu pai que me esperava
Pai eu não mereço o teu perdão já não sou digno de viver no meio do teu povo
Pelo menos como um empregado trabalhando no arado me aceite aqui de novo
Filho eu te amo e te esperava desde o dia em que você partiu
Foi como uma lança atirada que meu coração feriu
Filho toma posse dos meus bens
Tudo que tenho também é teu
Quem se arrepende sempre alcança o perdão de Deus.

Vídeo incorreto?