Cuidado com o que fala
Com o que pensa
Você pode se enganar
Pelas pedras do caminho
Você pode tropeçar
E a dor da solidão
Vai doer dentro do peito

Será que esse seu jeito indiferente
Vai jogar ao seu favor
Decisão inconsequente
Pode alimentar a dor
E quando me procurar
Pode até não ter mais jeito

E longe um do outro
Vai pintar tanta vontade
De amar um outro alguém
Como se ama de verdade
Só o tempo vai mostrar qual de nós dois
Vai morrer de saudade

(Refrão)

Pra que ficar falando toda hora
Sei que é da boca pra fora
Essa indiferença sua
Sei que o nosso amor é um tesouro
Feito uma pedra de ouro que não se acha na rua
Chega de mentir pra você mesma
Chega de tanta incerteza
Chega de se torturar
Chega meu amor dessa mentira
Negar o que eu tão claro assim não vira
Tá na cara dá pra ver no seu olhar.

E longe um do outro...

Vídeo incorreto?