Já faz mais de uma semana que me entreguei a bebida
Por causa de uma mulher,
A paixão da minha vida
Vivendo de bar em bar
To sem lugar, sem direção
Tá cada vez mais difícil ficar longe do meu bem
A beira de um precipício
Sem amor e sem ninguém
Saudade já tomou conta desse pobre peito meu
Vou seguindo meu caminho
Sabendo que estou sozinho
Que alguém já me esqueceu

Eu hoje bebo sem vergonha e sem juízo
De cachaça é que eu preciso pra esquecer ela
De bar em bar é que eu escondo a tristeza
Com o copo sobre a mesa
Eu nem penso nela

Vídeo incorreto?