Eu sonhei um sonho


Eu sonhei um sonho num tempo que se foi
Quando as esperanças eram elevadas e valia a pena viver
Eu sonhei que o amor nunca morreria
Eu sonhei que Deus seria indulgente.

Eu era jovem e destemido,
Quando os sonhos eram realizados e usados e desperdiçados.
Não houve resgate a ser pago,
Nenhum desconhecido canção, nem vinho não degustado.

Mas os tigres vêm à noite,
Com suas vozes suaves como trovão,
Como eles despedaçam sua esperança
Enquanto eles tornam seus sonhos em vergonha

E ainda assim eu sonhei que ele voltaria para mim
E nós viveríamos os anos juntos,
Mas há sonhos que não podem ser
E há tempestades que não podemos prever.

Eu tive um sonho que minha vida seria
Tão diferente deste inferno que estou vivendo
Tão diferente agora daquilo que parecia
Agora a vida matou o sonho
Eu sonhei.