Meu Brasil virou do avesso, o povo não tem liberdade
Quanta gente esta sofrendo esta tal desigualdade
Meia dúzia come gordo e o resto passa vontade
Esta salário da fome sufoca a humanidade
Esta planeta que gira
Quem vai plantando mentira não pode colher verdade.

Novas leias, novos governos, mas tudo é a mesma paçoca
Trabalhador é cana que segue pra engenhoca
No anzol dos poderosos nunca vai faltar minhoca
O aposentado dança conforme o jeito que toca.
E nesse luta tão feia
Panela do pobre cheia quando arrebenta a pipoca.

Existe uma verdade que agora tem que ser dita
Nem promessa de melhora quase ninguém acredita
Uma chuva de vergonha nossa terra necessita
Oh, meu deus tenha piedade por que a coisa aqui ta frita
A sua gente cansada
De tanto levar pancada por justiça agora grita.

Quem traiu minha confiança confesso que tenho mágoa;
Quarenta por cento é leite, sessenta por cento é água.

Vídeo incorreto?