Sobre pro céu a fumaça na terra fica o carvão
Tão depressa a vida passa e igual chuva de verão
Assim passa os nossos dias nem prestamos atenção
Vai a nossa mocidade
No peito fica a saudade misturada com a paixão.

Existe um vale de lagrimas cheio de dor e aflição
Lagrimas de pai e mão trabalhos que os filhos dão
Um filho cresce obediente, outro sem educação
Xinga o pai de velho chato
Faz da mãe gato e sapato e ainda vai pra perdição.

Lágrimas de pai e mãe nem sempre tem solução
Trancam-se num quarto e choram o casal que tem união
Por ver um filho se perdendo sem rumo e sem direção
É tão grande o seu desgosto
Com as lagrimas no rosto e a dor no coração.

Pra ninguém não é segredo a grande preocupação
Pai e mãe levantam cedo pra cumprir com a obrigação
A mãe cuida das crianças, roupa, casa e fogão
O pai vai por seu trabalho
Dá o conforto e o agasalho e não deixa faltar o pão.

O meu deus aqui na terra falta mais compreesão
Muitos viciam nas drogas, tá difícil a solução
A gente ve um crime atrás do outro passando na televisão
Meu povão esta chorando
Cada vez mais lamentando essa triste situação.

Vídeo incorreto?