Tá vendo essa roupa cáqui,
Ela é branca meu patrão,
Acontece que eu vim de longe,
Em cima de um caminhão,

E a poeira de morte,
Naquela estrada do norte,
Tem dó de mim meu patrão,
E ve se ajuda o meu irmão,

Eu quero trabalhar o dia inteiro,
Nem que seja pra ganhar um tostão,
Eu já não posso mais,
Me voltar para trás eu não quero não,(2x)

Refrão

Chega de viver torrado,
pelo sol malvado que só quer matar,
Chega de saber que a fome,
É direito do homem que não quer roubar,
Doutor o que me traz aqui,
Não é me divertir e nem vern o carnaval,
Apesar do que sofri no norte,
Sou caboclo forte quero trabalhar,(2x)

Vídeo incorreto?