O chão que eu piso agora é território de Deus / Minha palavra é semente
de posse
O ambiente, quando eu chego, não é o mesmo / Quem vai à frente me conduz
em santidade
Eu vejo os campos que estão brancos pra ceifa / Pois é chegado o tempo
de profetizar

Eu quero ser a boca de Deus / A ministrar o arrependimento / Eu quero
ser a boca de Deus
E nessa geração, o avivamento

Eu ouço o som de milhares / Que se juntam aos anjos (pra adorar)
Eu ouço o som de milhares / Santos e amados do Pai

Vídeo incorreto?