Madrugada
Companheira de fé dos boêmios
Que faz o coração se encantar
Faz com que esse nobre poeta
Nos confesse seus sonhos
Numa folha de papel
Mas, madrugada
Testemunha do mais belo amor
Do boteco onde se desabafa
Com o copo na
Madrugada
Gosto desse teu jeito criança
Que transmite pra nós
Com ar de elegância
O divino poder de oferecer
Um novo amanhecer
E padece
Nos deixando outra caminhada
Agradeço a você madrugada
Por nos dar mais um dia de luz

Vídeo incorreto?