Pai do espaço infinito,
Criador dos mundos
e deste meu coração
Sê Bendito por tanto amar
E eu que andava só e nada via ali além de mim
E meu coração ferido
Se esquecia sempre de Ti, Ó Pai
Que as minhas mãos
Que até ontem eram sem ocupação
Hoje sejam Tuas para socorrer, amar,
Com gestos de carinho Teu nome levar
E meus olhos que antes
só as trevas viam
Possam trabalhar por Ti,
meu Pai Criador
Se preciso for partir ou ficar
Ser Teu servo cheio de amor
E eu que andava só e nada via ali além de mim
Vejam só que lindo
Sinto que Jesus está comigo aqui

Vídeo incorreto?