Pétalas de luz invadem meu ser
O sol vem despir minha alma
Nas cores de um entardecer

Lágrimas sorrisos presos em mim
Espalham-se nesse encanto
E esqueço tudo que é ruim

São vivos poemas
Quadros são santas canções
Sentimentos lindos vivos em nossos corações

Mergulhar em sonhos que não tem fim
O grande artista eterniza
Sublimes obras assim

Versos nunca vão faltar sempre ao cantor
Viver é como encenar no palco do criador

E a cada momento a vida vem nos ensinar
Que o nosso papel não é sofrer
E sim amar!

E passar e nunca parar de cantar
O tempo voa e seus momentos
Nunca podem retornar

A vida passa a dor nos marca
E esquecemos de cantar
E a cada mometo a vida vem nos desepertar

Surge então o medo de perder
De não lembrar
Que os nosso sonhos nunca podem terminar
O nosso papel prossegue sempre
É preciso amar

Vídeo incorreto?