Acordo pela noite, pego o violão e faço uma canção...
Viajo em pensamentos, apenas pra me inspirar...
Procuro as palavras certas para a canção... tocando violão...
Foi quando eu lembrei do beijo que você me deu...
Que vontade de beijá-la novamente... o que é que eu vou fazer
para isso acontecer... não sei.
Ô, saudade, me liberte por favor...
Eu preciso me livrar das garras desse grande amor.

Vem alimentar meu sonho nessa madrugada...
vem fazer realidade o que hoje é nada.
Vem alimentar meu sonho nessa madrugada...
vem fazer realidade o que hoje é nada.
Nada, nada, sem você sou nada.
Nada, nada, sem você sou nada.

Vídeo incorreto?