Sob a luz do candieiro
Tantã e cavaco me acompanhou
Fazer festa no terreiro
E cantar pro meu amor

Sou neto de bamba, sou filho do samba
Aprendi e sou bom versador
À procura da sorte do sul para o norte
Meu canto ecoou
Sigo uma estrela, paixão verdadeira
É samba que já tem raiz
Sou malandreado, sou muito mais feliz

Pisa forte no terreiro quem é de sambar
Que o samba acabou de chegar
Tem samba pra gente sambar, tem samba

Bate forte no pandeiro pro samba esquentar
Que o samba não pode parar
Vem ver a mulata sambra meu samba

Vídeo incorreto?